logo
logo

Prefeitura de São José dos Quatro Marcos

Notícias e informações sobre os trabalhos da Prefeitura Municipal de São José dos Quatro Marcos - MT.
ouvidoria@saojosedosquatromarcos.mt.gov.br
3251-1955 / 3251-2110

Atendimento Segunda a sexta: 7h às 13h

3251-1955 / 3251-2110

sd

Cultura de Quatro Marcos realizou Conferência onde a população apontou metas para os próximos 10 anos

Êxitos marcaram a realização da I Conferência Municipal de Cultura de São José dos Quatro Marcos. Foram 102 pessoas que se inscreveram e participaram do evento com a finalidade de discutir e propor linhas de ações para o Plano de Cultura local para os próximos 10 anos. Os conferencistas elegeram uma comissão que irá elaborar o plano bem como elegeram também o Conselho Municipal de Políticas Culturais.

 

A Conferência é o último passo para implantação do Sistema Municipal de Cultura que começou a ser implantado em 2017, por ocasião de o prefeito Professor Ronaldo Floreano dos Santos ter assinado um Termo de Compromisso com o Governo Federal a fim de realizar essa nova sistemática da cultura no Brasil.

 

Desde a assinatura, o município já conta com órgão de cultura com status de secretaria, fundo municipal de cultura, conselho municipal de políticas culturais e conferencia de cultura, faltando apenas a estruturação do Plano Municipal de Cultura para cumprir as metas de dois anos para implantação do Sistema Municipal de Cultura.

 

Com o tema “Cultura como Vetor de Desenvolvimento Econômico e Social”, o evento aconteceu no Centro Comunitário, em frente à Praça dos Bandeirantes, no dia 20 de setembro de 2019. Participaram membros da sociedade civil, classe artística, setores do governo municipal, câmara de vereadores e autoridades. O deputado Doutor Gimenez também participou da solenidade de abertura, representando a Assembleia Legislativa do Estado.

 

A Conferência contou com integrantes da Secretaria de Estado de Cultura de Mato Grosso, que além de representarem o Secretário de Estado Allan Kardec, atuaram como mediadores dos trabalhos de grupos. A presença do Secretário Adjunto de Cultura, José Paulo da Motta Traven; Superintendente de Políticas Culturais Cinthia de Miranda Mattos e a Superintendente de Desenvolvimento da Economia Criativa, Alessandra Keiko Galvão Okamura, foram primordiais na orientação dos grupos.

 

Decisões da Assembleia

Além de apontar linhas de ações, a assembleia elegeu integrantes para o Grupo de Articulação Municipal, que irão se reunir com os indicados do Poder Executivo, para a elaboração da minuta do Plano Municipal de Cultura. Também elegeram os membros do Conselho Municipal de Políticas Culturais, representantes da sociedade civil e classe artística, os quais também serão unidos aos indicados do Executivo.

 

Grupo de Articulação Municipal

ELEITOS NA CONFERENCIA
Leticia de Matos Dias
Rosimeire Dolores de Oliveira Agnezini
Valdecir Barboza de Souza

INDICADOS PELO PREFEITO
Luiz Carlos Bordin
Emerson Souza Miler
Juliana de Oliveira Teles Cabral

 

Conselho Municipal de Políticas Culturais

ELEITOS PELA CLASSE ARTÍSTICA
Fábio Santos Vieira - Titular
Orestes Neto F. de Souza - Suplente
Valdecir Barboza de Souza - titular
Vanessa Aparecida Ferreira - Suplente
Idalina Martinez Zanetti de Oliveira - Titular
Servina da Silva Almeida - Suplente
Camila de Castro Fakine - Titular
Geovana dos Santos - Suplente
Aparecida de Fátima Mourão Nascimento - Titular
Letícia Matos Dias – Suplente

INDICADOS PELO PREFEITO
Meirivania Alves de Souza – Titular
Elismar Gonçalves Siqueira Raymundo - Suplente
Luiz Carlos Bordin - Titular
Wanderson Alves Libralão - Suplente
Erivaine Ortega Campos - Titular
Admilson Lopes da Silva - Suplente
Jusenir da Silva Mota – Titular
Cristiano Batista de Queiroz – Suplente
Milts de Souza Ladeia – Titular
Diandra de Oliveira Santomé – Suplente

 

Propostas de linhas de ações para o Plano Municipal de Cultura

 

Eixo I – Desenvolvimento Econômico.

Grupos de Trabalhos – Economia Criativa e Inovação Cultural no Mercado; Financiamento para Fomento da Cultura Local.

1 – Realizar um diagnostico da cadeia produtiva da cultura do município.

2 – Capacitar gestores públicos, agentes culturais e artistas para um melhor desenvolvimento das ações culturais junto à comunidade.

3 – Fortalecer as culturas tradicionais e populares e suas expressões, a fim de manutenção das identidades culturais locais.

4 – Criar instrumentos de financiamentos para o setor cultural (lei de incentivo) e ampliação de outras possibilidades de financiamentos para o setor.

5 – Promover a distribuição dos produtos culturais locais com ampliação do mercado consumidor.

6 – Incluir a participação de artistas locais remunerados em todos os eventos que acontecem no município com apoio ou fomento da Prefeitura Municipal, gerando assim, ampliação da geração de renda da classe.

7 – Implantação de Feira Permanente de Economia Criativa Mensal para fomentar as artes e artesanatos, gastronomia e agricultura familiar, apresentações artísticas, visando o acesso da comunidade e promoção de produtos e serviços locais.

8 – Espaço cultural permanente para Exposição de Artes e Artesanatos com comercialização como forma de visibilidade dos produtos e serviços e sustentabilidade dos trabalhadores da cultura.

9 – Oficinas de capacitação técnica e artística e de gestão.

10 – Promover a formalização de Associações Culturais, Cooperativas, Negócios Criativos, Microempreendedores Individuais, como forma de ampliar e promover a profissionalização e formas de captação de recursos.

 

Eixo II – Política cultural e Cidadania.

Grupos de Trabalhos – Democracia, Cidadania e Diversidade; Espaços Públicos de Cultura, Memória e Patrimônio Imaterial.

1 – Resgatar eventos culturais através de calendário comemorativo do município, com desfiles, fanfarras, danças, músicas e outros em espaços públicos.

2 – Garantir e fomentar projetos de artes nas escolas estaduais e municipais.

3 – Levar as manifestações culturais aos bairros e comunidades rurais.

4 – Fomentar a participação do ballet Quatro Marcos e demais artistas locais em Mostras e Festivais de cunho estadual e nacional.

5 – Promover Festivais e Mostras Municipais das artes integradas com a finalidade de fomentar e fortalecer os segmentos bem como dar acesso à população a eventos de qualidade cultural.

6 – Criar a Escola Municipal de Música e Artes, bem como garantir os recursos humanos e financeiros para a sua manutenção.

7 – Fortalecer e apoiar as instituições e artistas locais para garantir o acesso de todos nas políticas públicas de cultura.

8 – Oferecer formação e capacitação para que a classe artística tenha condições de se organizar e ter acesso a recursos.

9 – Realizar um mapeamento dos artistas e das produções culturais locais conforme cada segmento.

10 – Garantir e fomentar a manutenção do Centro de Dança Ballet Quatro Marcos.

11 – Garantir o acesso de todos à biblioteca pública municipal, promovendo ações de integração dos segmentos culturais no espaço.

12 – Implementar a biblioteca pública municipal para que seja um espaço de múltiplo uso (leitura, contação de histórias, rodas de conversas, exibição de filmes, acesso à internet, promoção de discussões que sejam de interesse da sociedade.

13 – Fomentar e apoiar a divulgação dos trabalhos da companhia de reis em nível local, regional e estadual, principalmente em escolas e nos demais eventos culturais do município, a fim de garantir que crianças e jovens também conheçam a riqueza dessa cultura.

14 – Garantir apoio e recursos necessários para a realização das atividades e caminhadas (visitas e apresentações) realizadas pela companhia de reis (transporte e instrumentos artísticos necessários).

15 – Incluir na Escola de Música e Artes uma carga horária voltada à cultura popular e tradicional.

16 – garantir melhorias e manutenção das praças públicas do município para que sejam realizadas atividades culturais nesses locais em benefício da população dos bairros.

17 – Garantir a participação da companhia de reis nos demais eventos culturais do município e região, a fim de manter a tradição.

18 – Apoiar a criação da associação cultural da folia de reis de Quatro Marcos.

19 – Criar a lei de reconhecimento de Mestre da Cultura Popular e Tradicional, a fim de perpetuar saberes e fazeres.

20 – Instituir a lei municipal do Livro e Leitura.

21 – Construir o plano municipal do livro, leitura, literatura e biblioteca.

22 – Promover ações de integração entre as secretarias da administração municipal, a fim de fortalecer as ações culturais.

23 – Garantir a participação de artistas locais em todos os eventos culturais realizados no município em que haja participação ou contrapartida de alguma forma do poder público municipal.

user
Luiz Carlos Bordin
Cultura e Turismo

Chefe do Departamento de Cultura e Turismo
Avenida Sergipe, 940, Centro
Telefone 65 3251-2438
Atendimento 8h às 11h; 13h às 17h