logo
logo

Prefeitura de São José dos Quatro Marcos

Notícias e informações sobre os trabalhos da Prefeitura Municipal de São José dos Quatro Marcos - MT.
ouvidoria@saojosedosquatromarcos.mt.gov.br
3251-1955 / 3251-2110

Segunda a sexta: 7h às 13h

3251-1955 / 3251-2110

sd

Agricultores familiares realizaram a entrega de alimentos para compor o kit alimentação da merenda escolar

Agricultores familiares do município de São José dos Quatro Marcos realizaram entre os dias 10 e 17 de agosto a primeira entrega do ano para compor o kit alimentação de 1.349 alunos matriculados nas escolas municipais e centros de educação infantil.

Os produtos fornecidos pelos agricultores foram de acordo com a disponibilidade contratada na Chamada Pública nº 01/2021. Dentre os produtos entregues podemos citar a mandioca, batata doce, tomate, vagem, banana maçã, abacaxi, melancia, mamão e limão. As unidades escolares que receberam os produtos oriundos da agricultura familiar foram: Escola Municipal Vereador Evilásio Vasconcelos, Escola Municipal Reinaldo Botelho, Escola Municipal Boa Esperança, Centro de Educação Infantil Marcelino Penachioni, Centro de Educação Infantil  Santa Luzia, Centro de Educação Infantil São Francisco de Assis e Centro de Educação Infantil Roseli Cristina Valério e cada uma recebeu uma composição diferente desses produtos de acordo com a disponibilidade do fornecimento pelos agricultores.

Segundo a Secretária de Educação Rozinéia Lima, a Lei nº 11.947/2009 cita que do total dos recursos financeiros repassados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), no âmbito do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), no mínimo 30% (trinta por cento) deverão ser utilizados na aquisição de gêneros alimentícios diretamente da agricultura familiar e do empreendedor familiar rural ou de suas organizações.

De acordo com a Nutricionista Paola Parreiras, além da exigência legal da utilização de pelo menos 30% da verba do PNAE repassada ao município, existem outras vantagens da aquisição de produtos da agricultura familiar como: fomento a economia local, aquisição de alimentos frescos, maior consumo de alimentos in natura e promoção de alimentação saudável.